Avançar para o conteúdo principal

The Conjuring (2013)


Mais um filme de horror do "especialista" James Wan que aqui aproveita e de que maneira uma excelente historia baseada num caso real estudado pelos investigadores do paranormal, Ed e Lorraine Warren.


Mas este The Conjuring acaba por não ser mesmo mais um... Porque não têm jovens a correr pelo bosque nem assassinos de moto-serra. E porque a ausência de sangue e às famosas cenas do não vás por aí... são trocadas por uma historia demoníaca passada nos anos 70. Temos então um filme verdadeiramente assustador, tenso e arrepiante capaz deixar incomodado o mais descrente desta suposta historia real.

Para quem conhece e gostou dos trabalhos anteriores do James Wan, vai gostar ainda mais deste que é sem duvida o seu melhor filme. Muito bem dirigido e com uma montagem com um bom par de cenas que vão tornar este filme celebre durante anos e anos.

Os actores Patrick Wilson e a Vera Farmiga estão geniais na composição que fazem do casal ED e Lorraine Warren, tornando a própria historia ainda mais credível. Realizador, actores e historia, os três elementos que tornam este The Conjuring facilmente um dos melhores filmes do ano.


Eu gostei bastante, o inicio começa muito bem com a historia montada em diferentes perspectivas e que nos dá a conhecer desde logo o casal Warren e o que eles fazem. Depois os sustos, os pequenos filmes e o ambiente a lá anos 70 conseguem arrasar completamente com tudo o que foi feito dentro do género nestes últimos anos.

Eu já mal posso esperar por mais uma historia deste casal Warren... isto até acho que dava uma boa serie de tv! O James Wan bem que podia desistir do Fast7 para começar desde já a preparar o The Conjuring 2 - A Boneca Annabelle ;)

Comentários

Enviar um comentário

Popular no Blogue:

OpenELEC ou LibreELEC ?

Por aqui já sabem que sou utilizador do OpenELEC há bastante tempo. É uma das minhas distribuições de Linux favoritas sendo sem duvida a minha favorita para utilizar com o popular Kodi. Este OpenELEC acaba por não ser um sistema operativo como os outros, pois ele foi criado e pensado com uma unica finalidade... utilizar com XBMC/KODI.

É um sistema que utiliza o minimo de recursos necessários para aproveitar totalmente às muitas funcionalidades do Kodi. Não precisamos instalar software ou outros programas, nem muito menos preocuparmo-nos com notificações de tarefas do sistema operativo porque o OpenELEC transforma qualquer PC numa "set-top-box" que sem problemas só serve para aquilo ;)

Como configurar e usar uma NanoStation:

Desde que tenho este blog sempre tenho recebido alguns e-mails de leitores pedindo-me ajuda neste ou naquele ponto, tudo relacionado obviamente com alguns posts que tenho feito. Um dos casos mais comuns é precisamente sobre o material da Ubiquiti mais concretamente as NanoStation e as dificuldades iniciais que afinal são comuns de quem se inicia...
Assim aqui ficam estas breves e básicas instruções para colocarem as vossas NanoStations a funcionarem muito facilmente em 7 passos logo que sejam desempacotadas :) Atenção que é um exemplo para uma NS com as definições de fabrica para funcionar em modo de cliente...

Alien Covenant (2017)

Alien Covenant (2017) No filme anterior lembro-me perfeitamente de saír da sala de cinema em satisfação total e com a ideia que poderíamos ter mais filmes e sequelas sem recorrer a essa estranha forma de vida alienígena que tanto sucesso fez no cinema. Pois nada disso aconteceu com este Alien Covenant!!
Prometheus em 2012 não foi muito bem recebido e acabou incompreendido pela maioria. Talvez por isso esta sequela de Prometheus acaba por ser um "jogar em casa" regressando às origens num filme que acaba por ser também um remake do Alien original. Ou pelo menos funciona como tal podendo explicar a origem desta estranha criatura.
Há que dizer já... Alien Covenant é um bom filme muito bem ambientado com uma excelente imagem e fotografia cheia de cores e com poucos ambientes escuros como eu aprecio bastante. O elenco possui algumas estrelas que estão pouquíssimos minutos em cena, depois os restantes cientistas todos são "esquecíveis" e só mais uma vez o android David e …